sábado, 17 de dezembro de 2011

Aquarismo - Outra paixão


Desenho baseado em um de meus peixes  J.
Além de ser apaixonada por desenhos, tenho também o aquarismo como fonte de prazer. É maravilhoso cuidar desses bichinhos de estimação, nos prendem os olhos, acalmam e alegram o ambiente com a beleza das cores, dos movimentos. Aliás , eu recomendo, desenhar em frente ao aquário para que, de vez em quando, a mente relaxe e se intercale os prazeres....

 

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Medo


"Eu tenho medo de viver livre
Eu tenho medo de não ser livre
Eu tenho medo do que sinto
Eu tenho medo de não sentir
Eu tenho medo de me apaixonar
Eu tenho medo de nunca amar
Eu tenho medo de andar na rua
Eu tenho medo de ter medo de andar
Eu tenho medo de ficar perto
Eu tenho medo de não chegar perto
Eu tenho medo de desejar
Eu tenho medo do medo de querer
Eu tenho medo da solidão
Eu tenho medo de tua companhia
Eu tenho medo de não mais te ver
Eu tenho medo de te ver um dia

Eu tenho medo do medo
Eu tenho medo de não ter medo
Eu tenho medo do medo
Eu tenho medo de não ter medo

Eu quero vida
Eu quero viver no meio do povo
Mais eu não quero rótulos e regras
Modelos de uma sociedade falida"

Catedral

Esse é um trecho de uma música láaaa das antigas...da banda que mais gosto desde os 11 anos :)

 Falando de um dos sentimentos mais presentes em nossa vida, o medo. Tímidos como eu sabem bem o que é isso, queremos viver no meio do povo, mas uma força maior nos prende a lingua, os gestos, porém o pensamento é livre!, a mão que escreve e desenha é livre!




quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Será Arte?: Pétala



Como uma rosa ao despertar num abrir de pétalas. 

A rosa que nos envolve de beleza e nome, enche nossos olhos de ternura...

Desenho e pintura aquarela de ADRIANA ROSA, minha irmã que também é uma grande desenhista.

O Blog Será Arte? tem muito para vidrar teus olhos de tanta feminilidade e qualidade artística.
( Será Arte?diannadrica.blogspot.com)

Tu és divina e graciosa
Estátua majestosa
No amor!
Por Deus esculturada
E formada com ardor...
Da alma da mais linda flor
De mais ativo olôr
Que na vida é preferida
Pelo beija-flor...

Rosa - Marisa Monte






segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Amo as mulheres...


Quem passa pelo meu blog, quem percebe meu estilo já reparou que eu prefiro desenhar mulheres.  Sou mulher isso já explica muita coisa, mas o que mais me atrai é que a feminilidade é algo que engrandece a arte, me dá mais possibilidades de adornar o desenho, de incrementar coisas novas, liberar a imaginação usando o rosto ou o corpo inteiro de uma mulher, não mais fácil , pois exige muito mais criatividade, mas algo mais interessante, mais atrativo, divertido, tanto para quem desenha quanto para quem aprecia. Geralmente eu desenho sem planos, começo sem saber o que dará no meio, ou no fim, essa é a parte boa do jogo da criatividade, deixar rolar.

Aprofundando, a mulher sempre tem algo mais, é mais subjetiva, detalhista, romântica, forte e cruel também, tem sentimentos puros e fortes, é instintiva e rebelde. Amor e Ódio são lindos expressados no rosto de uma verdadeira mulher.

A seguir uma grande poesia de Gioconda Belli 

Amo as mulheres desde a sua pele que é a minha
a que se rebela e luta com a palavra
e a voz desembainhadas,
a que se levanta de noite para ver se o filho chora,
a que luta inflamada nas montanhas,
a que trabalha mal-paga na cidade,
Vamos e que ninguém fique no caminho...
para que este amor tenha a força dos terremotos...
dos ciclones,dos furacões
e tudo que nos aprisionava
exploda convertido em lixo.

Vamos fazer alguma coisa


O mundo cresceu se desenvolveu economicamente, industrialmente, a tecnologia então só comprova o quanto o homem é capaz de mudar a sociedade em que vive, mas, humanamente retrocedeu. Crescer sem destruir é possível, isso se chama sustentabilidade ambiental, mas falta o essencial, “o sentimento de humanidade”, a vontade de querer bem ao próximo, às gerações futuras. O egocentrismo acentuado pelo capitalismo parece ser o caminho mais fácil, mais cômodo para ser feliz, ou melhor para ser um consumidor feliz.

O mundo precisa de mais, basta olhar em volta, tem muito lixo nas ruas, poluição de  automóveis acentuados pelos engarrafamentos, ilhas de calor, rios imundos, praias impróprias para banho  e onde estão as árvores? As sombras naturais da cidade? E o pior, o buraco na camada de ozônio só aumenta. Isso é triste, assustador!Aqui em Natal então já sofremos com o calor intenso do sol de janeiro a dezembro, corremos mais perigo ainda já que o câncer mais freqüente no país é o de pele.

Então, já que não há vontade política suficiente e muitos “humanóides” só pensam em lucro , faça você alguma coisa, seja humano. Pense em seus filhos, netos... antes de aceitar a sacola plástica do supermercado, prefira usar a sua bolsa, se puder, arborize sua casa, quintal, rua, ande menos de carro ou com motor econômico, a bicicleta também é legal e ainda te deixa em forma, faça a coleta seletiva do lixo, essa organização até ajuda na limpeza, prefira consumir produtos de empresas que reciclam, use os dois lados da folha de papel – eu faço muito isso – não receba panfletos nas ruas, alguns você já sabe de longe que não lhe interessa, se não encontrar lixeira na rua, guarde o lixo em sua bolsa para descartar em casa, hoje em dia temos muitas informações via internet, não é necessário fazer assinatura de jornais e revistas impressos, em nenhuma hipótese  desperdice água, sempre desligue tudo que for elétrico que não estiver usando, prefira pilhas recarregáveis,  a economia será vantajosa.

Contudo, quis passar um pouco do meu pensamento sobre o remédio que precisamos dar para esse mundo doente, febril. Eu posso fazer tudo isso, mas sem sua ajuda eu sou um grão de areia, uma gota d’água, insuficiente. Mas se você que leu essa mensagem, que e tem a sensibilidade de um ser humano se prontificar de melhorar suas atitudes diárias, pesquisar mais sobre o que pode ser feito, “ainda existem tantas opções”, mostrar seu exemplo às crianças, aos irmãos, pais, vizinhos... Podemos gerar um grande movimento de restauração do nosso planeta.

É isso.

O Desenho publicado hoje fiz no intuito de clarear as idéias para um colega com um trabalho sobre sustentabilidade ambiental há algum tempo.Foi somente um rascunho. O rosto dividido revela os sentimentos ambíguos, em face, denotando os malefícios e benefícios do mundo industrializado e de um mundo natural.

(Juliana Rosa)

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Amor e Delírio


 Eu delirei... me afoguei,
naufraguei no mar dessa paixão!

Ah! Ainda assim eu delirei...
bebi a água dessa loucura sem gritar por socorro,
sem nem pedir salvação!

E delirei ainda mais...
afundando lentamente no profundo mar dos teus olhos,
flutuando levemente nas margens do teu corpo,
perdendo o ar... e na tua boca voltando a respirar!

Ainda deliro...
mergulhando sem medo no amor em que um dia me afoguei...
navegando ao sabor de suas correntes, do seu sangue quente,
dessa paixão louca e quase inconseqüente!

É... deliro ainda!
Por ter seu ar para respirar, seu corpo para me atirar,
seu amor para mergulhar, seu coração para me aportar!

Me deixe em você... você em mim...
só para gente, para sempre...
se amar, e nessa loucura
paixão... amor... delirar!

(Andréa Maia)

Quando você voltar


Vai, se você precisa ir
Não quero mais brigar esta noite
Nossas acusações infantis
E palavras mordazes que machucam tanto
Não vão levar a nada, como sempre
Vai, clareia um pouco a cabeça
Já que você não quer conversar.
Já brigamos tanto
Mas não vale a pena
Vou ficar aqui, com um bom livro ou com a TV
Sei que existe alguma coisa incomodando você
Meu amor, cuidado na estrada
E quando você voltar
Tranque o portão
Feche as janelas
Apague a luz
e saiba que te amo...

Legião Urbana

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Equalize


EM PERFEITA SINTONIA COM O SOM E O PENSAMENTO...

"Eu vou equalizar você numa frequência que só a gente sabe"
(Pitty)




Às vezes se eu me distraio
Se eu não me vigio um instante
Me transporto pra perto de você
Já vi que não posso ficar tão solta
Me vem logo aquele cheiro
Que passa de você pra mim
Num fluxo perfeito
Enquanto você conversa e me beija
Ao mesmo tempo eu vejo
As suas cores no seu olho, tão de perto
Me balanço devagar
Como quando você me embala
O ritmo rola fácil
Parece que foi ensaiado
E eu acho que eu gosto mesmo de você
Bem do jeito que você é
Eu vou equalizar você
Numa freqüência que só a gente sabe
Eu te transformei nessa canção
Pra poder te gravar em mim
Adoro essa sua cara de sono
E o timbre da sua voz
Que fica me dizendo coisas tão malucas
E que quase me mata de rir
Quando tenta me convencer
Que eu só fiquei aqui
Porque nós dois somos iguais
Até parece que você já tinha
O meu manual de instruções
Porque você decifra os meus sonhos
Porque você sabe o que eu gosto
E porque quando você me abraça
O mundo gira devagar
E o tempo é só meu
E ninguém registra a cena
De repente vira um filme
Todo em câmera lenta
E eu acho que eu gosto mesmo de você
Bem do jeito que você é
Eu vou equalizar você
Numa freqüência que só a gente sabe
Eu te transformei nessa canção
Pra poder te gravar em mim

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Autorretrato em 3 fases




 

Ainda inexperiênte com o realismo, tentei me retratar em fases...e, cheguei a conclusão que é mais fácil desenhar os outros do a  si mesmo.

O resultado final passou por várias correções até ficar a minha cara :)

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Op Art em boca de mulher



A instabilidade do Op Art, ou Arte óptica nos lábios de mulher.


Qual a mulher que não usa seus lábios no objetivo de enfatizar ou esconder pensamentos?

ju

Beija-me com os beijos de tua boca; porque melhor é o teu amor do que o vinho. (Cantares 1: 2)

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Apresentando Heroin


Esta é Heroin , uma heroína de beleza, força e coragem. Sua força maior esta nos olhos e nos cabelos, suas madeichas flutuantes.Com os olhos ela destrói e com os cabelos ela regenera, libera sua energia através dos fios ,de um poder sobrenatural que vem das estrelas. Heroin carrega uma mancha nos ombros que cresce cada vez mais, apesar de ser uma mulher do bem, ela acaba com quem pratica o mal ao próximo, e mata com ódio, quanto maior o ódio, maior a mancha. Se a mancha estiver enorme, cuidado, ela esta pronta para destruir, seu olhar penetrante mata, derrete os cérebros ou anula os 5 sentidos. Até agora 65 % das  vítimas foram políticos brasileiros. Mas quando Heroin esta amando...ah...manchinha é quase imperceptível...

Em breve...mais desenhos da Heroin

Juliana Rosa

A doença do desenho e recordações



É quase um vício, é uma mania que traz um desejo inconsciente de riscar, dar formas as coisas, de mexer as mãos, chega a parecer doença. É uma prática que relaxa, que alivia tensões e abre o pensamento, os ouvidos... Então, melhor ainda se for na companhia de uma boa música.

Quem tem esses sintomas não sai de casa sem lápis e papel, ou um caderno específico. A sensação passagem do tempo é diferente, mais curta. Por isso que eu faço e recomendo desenhar em filas demoradas de consultório, de Banco ou qualquer outro tipo de atendimento. Quando se está bem concentrado e empolgado com a criação, chegou sua vez de ser atendido.
Desenhar em diversas ocasiões é uma mania boa, na verdade é mais cura que uma doença.É algo que me protege da ansiedade, da tristeza, da solidão. Quando não tenho com quem conversar, ou apenas quando a vontade é de ficar só, desenhar é sempre bem-vindo.

Lembro-me de uma vez que minha mãe falou ao Oftalmologista que eu desenhava demais,passava muito tempo com cadernos, livros, folhas, diferente das outras crianças que gostavam muito mais de brincar na rua. (nos anos 90 ainda era legal ficar na rua) Ele disse que meu problema de vista poderia ser por desenhar e ler demais.Tinha que procurar fazer outras coisas. Fiquei muito insatisfeita com a consulta :-/ Prefiro usar óculos sempre do que dedicar menos tempo para fazer o que eu realmente gosto.

Desenhar em todos os lugares é um hábito que adquiri na infância mesmo.Desenhar em  mesas, livros e apostilas, e até paredes do meu quarto, da escola, recordo-me da vez que, aos 12 anos, fui parar na direção da escola por ter feito um desenho na parede, os colegas até gostaram e pediram para deixar o desenho lá. Mas regra é regra né...rsrsrsrs 

Ah...bons tempos em que eu era pequenina, riscava a calçada de casa com pedaços de gesso, telhas ou carvão, na areia da rua ou da praia criava várias vários tipos de rostos, sempre gostei de desenhar gente. Quando era dia chuvoso, acreditava que desenhando um sol enorme no chão, Deus iria ver e atender o meu pedido para que o Sol voltasse a aparecer... 

Tempos maravilhosos que não voltam mais, mas ainda me sinto tão extasiada com tudo isso!!! Quero continuar assim mesmo, ser uma velhinha desenhista :)


A imagem do post foi um desenho na sala de aula na Universidade.Não resisti. A aula estava muito teórica, expositiva, longa, e, desenhar me abre os ouvidos, a compreensão do conteúdo. É verdade, cada um tem um jeito diferente de aprender.

Juliana Rosa

Ama o teu próximo como a ti mesmo (Lv 19,18).

domingo, 31 de julho de 2011

Rosa


"Tu és divina e graciosa
Estátua majestosa
No amor!
Por Deus esculturada
E formada com ardor...
Da alma da mais linda flor
De mais ativo olôr
Que na vida é preferida
Pelo beija-flor..."
                                      
"Tu és a forma ideal
Estátua magistral
Oh! alma perenal
Do meu primeiro amor
Sublime amor..."

"Depois de remir meus desejos
Em nuvens de beijos
Hei de envolver-te
Até meu padecer
De todo fenecer..."

Trechos de uma linda melodia cantada pela Marisa Monte...
Composição: Pixinguinha e Otávio de Sousa

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...