quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Amor e Delírio


 Eu delirei... me afoguei,
naufraguei no mar dessa paixão!

Ah! Ainda assim eu delirei...
bebi a água dessa loucura sem gritar por socorro,
sem nem pedir salvação!

E delirei ainda mais...
afundando lentamente no profundo mar dos teus olhos,
flutuando levemente nas margens do teu corpo,
perdendo o ar... e na tua boca voltando a respirar!

Ainda deliro...
mergulhando sem medo no amor em que um dia me afoguei...
navegando ao sabor de suas correntes, do seu sangue quente,
dessa paixão louca e quase inconseqüente!

É... deliro ainda!
Por ter seu ar para respirar, seu corpo para me atirar,
seu amor para mergulhar, seu coração para me aportar!

Me deixe em você... você em mim...
só para gente, para sempre...
se amar, e nessa loucura
paixão... amor... delirar!

(Andréa Maia)

Quando você voltar


Vai, se você precisa ir
Não quero mais brigar esta noite
Nossas acusações infantis
E palavras mordazes que machucam tanto
Não vão levar a nada, como sempre
Vai, clareia um pouco a cabeça
Já que você não quer conversar.
Já brigamos tanto
Mas não vale a pena
Vou ficar aqui, com um bom livro ou com a TV
Sei que existe alguma coisa incomodando você
Meu amor, cuidado na estrada
E quando você voltar
Tranque o portão
Feche as janelas
Apague a luz
e saiba que te amo...

Legião Urbana

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Equalize


EM PERFEITA SINTONIA COM O SOM E O PENSAMENTO...

"Eu vou equalizar você numa frequência que só a gente sabe"
(Pitty)




Às vezes se eu me distraio
Se eu não me vigio um instante
Me transporto pra perto de você
Já vi que não posso ficar tão solta
Me vem logo aquele cheiro
Que passa de você pra mim
Num fluxo perfeito
Enquanto você conversa e me beija
Ao mesmo tempo eu vejo
As suas cores no seu olho, tão de perto
Me balanço devagar
Como quando você me embala
O ritmo rola fácil
Parece que foi ensaiado
E eu acho que eu gosto mesmo de você
Bem do jeito que você é
Eu vou equalizar você
Numa freqüência que só a gente sabe
Eu te transformei nessa canção
Pra poder te gravar em mim
Adoro essa sua cara de sono
E o timbre da sua voz
Que fica me dizendo coisas tão malucas
E que quase me mata de rir
Quando tenta me convencer
Que eu só fiquei aqui
Porque nós dois somos iguais
Até parece que você já tinha
O meu manual de instruções
Porque você decifra os meus sonhos
Porque você sabe o que eu gosto
E porque quando você me abraça
O mundo gira devagar
E o tempo é só meu
E ninguém registra a cena
De repente vira um filme
Todo em câmera lenta
E eu acho que eu gosto mesmo de você
Bem do jeito que você é
Eu vou equalizar você
Numa freqüência que só a gente sabe
Eu te transformei nessa canção
Pra poder te gravar em mim

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...